Putin diz em vídeo que militares ucranianos deveriam tomar o poder; tropas russas entram na região de Kiev

É o maior ataque de um país europeu contra outro do mesmo continente desde a Segunda Guerra; Putin justificou ação militar para proteger separatistas no leste e ameaçou quem tentar interferir. ONU pediu que ele recue e Biden disse que guerra será catastrófica.

Kiev entrou em fase defensiva, diz prefeito da cidade

O prefeito da cidade de Kiev, Vitali Klitschko, afirmou que o município entrou em uma fase defensiva. De acordo com o jornal "New York Times", há russos no bairro de Obolov, a cerca de 9 quilômetros do Parlamento da Ucrânia. 

"Tiros e explosões estão soando em alguns bairros em que os sabotadores já entraram em Kiev. O inimigo quer colocar a capital de joelhos e nos destruir", afirmou Klitschko. 

Os militares russos bloquearam a entrada de Kiev pelo oeste, segundo a agência russa Tass, que teria ouvido o Ministério de Defesa da Rússia. A Rússia tomou controle de um aeródromo perto da cidade, e paraquedistas desceram no local, disse o ministério. 

Tropas da Guarda Nacional da Ucrânia assumem posições na região central de Kiev. 

Russos e ucranianos lutaram pelo aeroporto militar de Hostomel na quinta-feira. Segundo os russos, 200 pessoas das forças especiais ucranianas foram eliminadas no combate.

Deixe seu Comentário