Uma criança de oito anos ficou gravemente ferida depois de ser baleada acidentalmente pelo irmão, de 14 anos.

De acordo com informações da Polícia Militar, os agentes foram acionados depois que a criança deu entrada em uma Unidade de Pronto Atendimento.

O menor relatou, ainda, que a arma havia sido entregue aos dois pelo pai e que no momento do disparo, eles estavam sozinhos.

O pai confirmou a versão do filho à polícia. Ele contou que ao ouvir o disparo, correu até o cômodo onde os filhos estavam e viu a criança ensanguentada no colo da mãe. No mesmo momento, ele a socorreu levando-a até a UPA.

Ainda, segundo o homem, a arma, de fabricação caseira, teria sido um presente de um cliente, por um serviço prestado. Ele afirmou aos policiais que acreditava que o objeto não era capaz de disparar.

A criança teve o tórax perfurado no lado direito e precisou ser transferida para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

O pai da criança foi preso por posse ilegal de arma de fogo e o menor foi apreendido por lesão corporal.

Deixe seu Comentário